O holandês Van Dijk foi amplamente criticado após provocação a Cristiano Ronaldo. Ele era um forte candidato para levar a Bola de Ouro, de 2019, na gala realizada em Paris.

CR7 não esteve presente uma vez saber que não seria ele o vencedor.

A Bola de Ouro, da France Football, acabou por ser entregue a Lionel Messi e Van Dijk antes mesmo de saber que ficaria em segundo lugar ia brincando.

Questionado sobre a ausência de Cristiano Ronaldo e sobre se isso poderia significar que o craque português não seria seu adversário pelo prémio, Van Dijk disse entre sorrisos: “Ele era um adversário?”. Após estas declarações, o jogador tem sido amplamente criticado pelo mundo fora.

Cristiano Ronaldo foi, então, o terceiro classificado, fazendo mais um pódio. Entre os portugueses, Bernardo Silva foi nono e João Félix terminou em 28º.