O Santuário de Fátima ofereceu três ventiladores ao SNS, bem como disponibilizou as suas instalações para uso da Proteção Civil Municipal.

Ainda que seja “um período também difícil” para o Santuário, “não poderia deixar de se associar, de forma significativa, a este esforço coletivo de contribuir para o reforço dos meios de socorro da população portuguesa, neste momento particularmente exigente quer para Portugal, quer para o mundo inteiro”, refere, em comunicado.

Desde há duas semanas que o Santuário “tem vindo a registar uma descida acentuada do número de peregrinos, com o cancelamento de mais de centena e meia de grupos que tinham as suas peregrinações agendadas para os meses de março, abril e maio”.