Joacine afirma que multa a Ventura é o “Preço de um amendoim” e este respondeu: “Na Guiné é que estava bem”.

Para Joacine: “438,81 euros nem sequer é metade do custo de um ‘outdoor’ que o Chega tem aos montes espalhados pelo país. 438,81 euros, o preço da multa, é o preço de um amendoim para André Ventura, que cospe sobre uma comunidade inteira há anos e sai impune. Vergonha – sua palavra preferida – é o que devia ter na cara e não tem! E vergonha sinto eu também por saber que toda a violência racista e desinformação tem o custo de 400 euros para este agressor”, disse. 
O presidente do Chega, André Ventura, foi hoje multado em 438,81 euros por discriminar ciganos, numa publicação em agosto na rede social Facebook, sentenciou a Comissão para a Igualdade e Contra a Discriminação Racial (CICDR).

Em resposta a Joacina, Ventura afirmou: “É aquilo que eu sempre disse. Na Guiné é que estava bem!”, escreveu esta tarde no Twitter fazendo referência à deputada não inscrita.