Pinto da Costa quebra silêncio e disse não ter visto “nenhuma agressão”, por parte de Pedro Pinho a repórter da TVI.

“Vi confusão mais abaixo, verifiquei que era o senhor Pedro Pinho a tentar tirar e a tapar a câmara ao repórter de imagem. A posição do FC Porto em relação a qualquer ato de agressividade, e atenção que não vi nenhuma agressão nem vi nenhuma imagem em que se veja o Pedro Pinho a agredir alguém. O que vi na altura foi ele a querer tirar a máquina e a tapá-la para não deixar filmar. Não vi nenhuma agressão. Mas qualquer ato de violência, rejeito, censuro e não posso tolerar”, disse o presidente dos dragões.

Sobre Pedro Pinho, Pinto da Costa confirmou que este é portista “mas não tem nenhum cargo, é empresário de futebol que trabalha com muitos clubes e não só com o FC Porto.”

Sérgio Conceição foi punido com 21 dias de suspensão na sequência da sua expulsão no jogo com o Moreirense. 

“O castigo de 21 dias… O Sérgio Conceição vai em direção ao árbitro e ainda antes de chegar ao árbitro leva o cartão vermelho. Não vou colocar em causa, mas ele só falou depois de levar o vermelho. A única coisa que disse foi ‘Ó Hugo, dois penáltis?’ e aí viu o cartão vermelho. “Eu estou indignado! E acho que tenho o direito de estar depois de ter sido espoliado. E o árbitro saiu a rir-se… E o VAR? Como é possível?

Toda a gente viu os penáltis e aquele indivíduo a ver na televisão não vê? O que devemos pensar? E depois vem o presidente da APAF, ó coitadinho… Devia era preocupar-se, tal como os especialistas disseram, com o facto do FC Porto ser espoliado. “O FC Porto vai recorrer para o plenário do Conselho de Disciplina sobre o castigo aplicado ao treinador dos dragões. Queremos o mesmo tratamento que o Sporting teve, foi castigado num dia, no dia seguinte plenário reuniu e decidiu”, disse Pinto da Costa presidente dos dragões.