Pessoas esquecidas são mais inteligentes, afirma estudo e se nunca te lembras de datas comemorativas, esqueces onde deixaste as chaves e o telemóvel e constantemente sofres com “brancas” no dia a dia, fica a saber que os esquecimentos, apesar de muitas vezes parecer algo negativo, podem sinalizar maior inteligência.

De acordo com um estudo realizado pela Universidade de Toronto, Canadá, pessoas esquecidas podem ser consideradas mais inteligentes porque, apesar da aparente contradição, possuem boa memória para coisas que realmente são importantes.

A pesquisa mostrou que o esquecimento pode ser fundamental para a manutenção da memória, já que ele permite que o cérebro se concentre em factos e informações relevantes para tomada de decisões importantes no dia a dia.

Também vais gostar destes:
Se te queres prevenir do Alzheimer, adota esses novos hábitos AGORA!
Pessoas com inteligência acima da média em geral sofrem de alto nível de ansiedade!

Trata-se, basicamente, de um mecanismo de “limpeza” que faz com que o cérebro apague dados menos relevantes e abra espaço para aprendizado e manutenção de coisas significativas.

Segundo os estudiosos, quando o cérebro recebe informações “inúteis”, a tomada de decisões importantes torna-se uma tarefa praticamente impossível. Portanto, a melhor coisa para turbinar a memória e ser mais inteligente é não armazenar absolutamente tudo na mente.