Portugal é o segundo país da UE com mais novos casos nas últimas duas semanas. Em primeiro lugar ficou a Suécia, que não consegue controlar a pandemia após a introdução de medidas polémicas.

A análise, disponível em www.metis.med.up.pt, revela a realidade da última quinzena: “Neste momento, em crescimento só estamos nós [Portugal], Suécia e Polónia, todos os outros estão a diminuir o número de novos casos, dá que pensar”, disse Paulo Santos, o responsável pela plataforma.

Paulo Santos, afirma ainda que além do aumento de novos casos, nos últimos dias tem havido uma subida dos internamentos e dos doentes a precisar de cuidados intensivos.