Agora já podes saber se foste multado pelo radar, já que existe uma plataforma onde é possível consultar estes registos.

Queres saber se foste multado/a pelo radar? Apesar de não ser uma tarefa fácil, existe uma plataforma onde é possível consultar estes registos.

A dúvida de saber ou não se foste multado pode acontecer a qualquer condutor. No entanto, a melhor solução ainda é preocupares-te em andar dentro dos limites de velocidade permitidos e evitares cometer qualquer tipo de infracção no trânsito.

Se desconfias que podes ter cometido uma infracção, a melhor forma de saberes é consultares no Portal das Contra-ordenações Rodoviárias. Neste Portal, criado pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária, os condutores têm acesso às infracções cometidas. No entanto, as infracções leves são uma excepção, como por exemplo as multas por estacionamento irregular, que não podem ser consultadas, pois ficam de fora deste tipo de registo electrónico.

Uma das vantagens do Portal é que é possível contestar as multas e realizar determinadas intervenções no processo, como apresentar testemunhas, por exemplo.
Para consultar o Portal basta fazer um registo, que pode ser feito sem os dados do cartão de cidadão e, neste caso deves selecionar a opção “Registar” quando acederes ao Portal.

Para a consulta ser realizada por uma pessoa colectiva ou mandatário, os documentos necessários são a carta de condução ou licença de condução, o cartão de contribuinte e a cédula profissional, no caso de o registo ser realizado por um mandatário. Para pessoas singulares basta o título de condução e o documento de identificação.

Caso prefiras realizar o registo com o cartão de cidadão, terás de possuir um leitor de cartões certificado e específico parra esta finalidade. Nestes casos, também é necessária a digitalização do documento de identificação. Todos os documentos citados devem ser digitalizados em formato de PDF.

Para contestar as multas aplicadas pelo radar, terás de solicitar um requerimento do registo fotográfico, onde é necessário ter em conta, na hora da contestação, a qualidade da imagem, a certificação do radar e todas as informações detalhadas do momento da multa aplicada.

A solicitação do requerimento do registo fotográfico pode ser efectuada por escrito e dirigir-se ao Presidente da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária, pelo arguido ou por uma terceira pessoa designada para tal.

Também vais gostar destes:
Como passar nos radares de velocidade sem apanhar multa! Técnica infalível!
Novos radares “caçam” todas as infracções! CUIDADO!

O documento deve contar ainda o número do auto de contra-ordenação e pode ser feito por correio ou pessoalmente, na Secção de Contra-ordenações do Comando Distrital da PSP ou no Gabinete de Atendimento ao Cidadão do Comando Distrital/ Destacamento de Trânsito da GNR na área de residência do condutor infracionado.

Contudo, o melhor é teres cuidado e evitares este tipo de situações.
Boa viagem!

Partilha