Mulheres conduzem melhor do que os homens, de acordo com a pesquisa, realizada pelo Centro de Experimentação e Segurança no Trânsito da Argentina.

As mulheres que conduzem estão acostumadas a escutar o tempo todo que são um perigo e não conduzem tão bem quanto os homens e muitas vezes passam por momentos desconfortáveis  quanto têm homens no carro, que ficam inseguros com elas ao volante.

Os homens falam tanto isso que muitas mulheres acabam por acreditar que têm menor capacidade para conduzir, mas este estudo pode mudar essa realidade e devolver a confiança para as mulheres e aponta que a afirmação de que as mulheres dirigem mal é muito equivocada, já que na verdade elas são muito melhores do que os homens nessa função.

A pesquisa baseou-se em dados. Uma das evidências encontradas foi que apenas 24% dos acidentes de carro são causados ​​por mulheres, os outros 76% são de responsabilidade masculina.

Outro dado interessante descoberto foi que, em geral, os homens têm melhores técnicas e melhor coordenação dos braços e das pernas, e que as mulheres demoram 20% mais tempo do que eles para aprenderem as manobras, o que indicam que tomam o seu tempo, são cautelosas e não sentem a necessidade de se afirmar no trânsito.

Além disso, o lado mais empático das mulheres também pode ajudar na hora da condução, conforme explica Lulu Dietrich, fundadora e diretora da Mujeres al Volant em uma entrevista ao site Excelsior:

“Somos mais empáticas e pensamos em tudo o que nos rodeia nas ruas: pedestres, ciclistas, motocicletas, transporte público. Isso nos faz respeitar mais as regras de trânsito”, disse.

A declaração faz sentido, e os dados do estudo comprovam isso. A pesquisa mostra que apenas 10% das mulheres ultrapassam o limite de velocidade permitido em cada zona, contra 40% dos homens. As mulheres, geralmente, obedecem às regras de trânsito mais que os homens, e, por isso, em muitos sentidos são realmente motoristas muito melhores!
 

Partilha