Uma mãe partilhou a foto da filha que foi alvo de bullying por parte dos colegas na Escola Básica de Vila Verde.

A jovem frequenta o 5º ano e deu entrada no Hospital de Braga onde foi suturada com três pontos no sobrolho devido às agressões de alunas mais velhas que frequentam a mesma escola.

A escola já tinha sido avisada das agressões desde o início do ano lectivo, mas ignorou até as colegas a terem deixado no estado atual.

A mãe fez queixa na GNR depois da filha ter sofrido as agressões e admite que a mesma se encontra com medo de frequentar o estabelecimento de ensino, com receio de ser novamente alvo de maus tratos por parte das colegas.

“A minha filha levava uma mochila com rodas por não poder carregar o peso e gozavam com ela pela mochila, ao ponto de a arrancarem das mãos e andarem aos pontapés a mochila”, contou a mãe.

A progenitora refere que ela: “deixou de levar a mochila e a carregar o peso as costas para tentar que parassem de gozar com ela”, no entanto as agressões físicas e psicológicas continuaram, “Tudo porque tem dificuldade na linguagem e atraso cognitivo

O Director do Agrupamento de Escolas de Vila Verde, Alberto Rodrigues, confirmou que a aluna foi transportada para o Hospital de Braga, onde foi assistida, dizendo que “ainda não foi apurado realmente o que aconteceu”.

“Vamos verificar o que se passou, se foi uma brincadeira que correu mal ou se, de facto, existe matéria para procedimento disciplinar. Caso se confirme, as alunas serão naturalmente responsabilizadas”

A mãe pretende agora repassar a mensagem a todos os pais, para que estes estejam conscientes do que se pode passar com os seus filhos, e de que devem educa-los de forma a respeitar o próximo mesmo que este seja ‘diferente’.

Partilha