Luto e dor pelo autor de “Vou abandonar, tenho uma consulta às 5”. Ele morreu este ano aos 78 anos. Foi na RFM por mero acaso que tudo aconteceu.

onar, tenho uma consulta às 5’, morreu este ano aos 78 anos. Foi na RFM por mero acaso que tudo aconteceu.

Foi recordado o mítico momento na RFM por ocasião do Dia Mundial da Televisão. Ele falava na altura com um repórter da TVI devido a um incêndio que estava junto a sua casa.

«O fogo está a crescer e está a cerca de 5 metros, 10 metros da sua casa», dizia o repórter, ao qual o senhora da consulta atirou, «Está. Está e vou sair, vou abandonar. Tenho uma consulta agora às 5 horas. Não posso estar aqui»

Foi no seguimento desta situação na RFM, que Maria Campos, a filha do senhor, que decidiu deixar um comentário nas redes sociais da rádio.

«Este senhor faleceu este ano. Meu querido e estimado pai. Queria, um dia, ir à televisão contar as suas histórias de vida, mas não lhe deram oportunidade. Mas sem querer ficou famoso para o mundo. Beijos a todos».

Acabou ainda por explicar o que se passou na altura, «Todos os anos era normal arder. Como estava controlado e tinha lá pessoas, o meu pai tinha uma consulta que precisava muito dela e então decidiu deixar ou abandonar. Tinha de ir para seu benefício».