Um jovem criou um sutiã capaz de detectar cancro de mama. Este tipo de cancro é uma doença que cada vez mata mais mulheres por todo o Mundo. Porém, a boa notícia é que se for detectado a tempo, as probabilidades de recuperação aumentam bastante.

Daí a importância de se fazer exames com frequência, incluindo a apalpação que não só pode como deve ser feita com regularidade (pelo menos uma vez por mês) por todas as mulheres a partir dos 20 anos de idade.

Foi precisamente a pensar em melhorar a qualidade de vida das mulheres e, quem sabe, até a salvá-las desta doença, que um jovem mexicano chamado Julian Rios Cantu decidiu, aos 18 anos, criar um sutiã capaz de detectar o cancro de mama assim que este apareça.

Esta ideia surgiu após acompanhar a luta da sua própria mãe contra esta terrível doença desde que ele tinha apenas 13 anos, tendo esta sido obrigada a fazer uma dupla mastectomia (cirurgia de remoção completa da mama) para se salvar.

Jovem cria sutiã

“O diagnostico chegou tarde de mais. A minha mãe perdeu os dois seios e quase perdeu a vida”, disse Julian num vídeo que poderás ver abaixo.

Com apenas 17 anos deu inicio à empresa Higia Technologies, cujo objetivo é salvar o máximo de vidas das mulheres, e através da qual criou então o chamado sutiã EVA.

Equipado com 200 biossensores que monitoram a temperatura, a forma e o peso dos seios da mulher, EVA regista todas as alterações que possam surgir, passando a informação para uma aplicação, sendo apenas necessário que as mulheres o usem por apenas 60 a 90 minutos por semana.

Sem dúvida uma excelente iniciativa que certamente salvará a vida de muitas mulheres ao longo dos anos.

Vê só como funciona:

Partilha