João Baião não se conforma com a morte da mãe: “que adormente este viver dorido”. O apresentador tem recebido o apoio incondicional dos amigos pela morte da mãe Maria Luísa, de 85 anos que faleceu no mesmo dia em que ele completou 56 anos de vida.

São muitos os amigos que têm apoiado João Baião neste momento de dor, seja através de nas redes sociais como com um abraço presencial reconfortante.

Júlia Pinheiro, Andreia Rodrigues, Maria Botelho Moniz, Joaquim Monchique, Maria Rueff , José Raposo, Rita Ferro Rodrigues e Daniel Oliveira, foram muitas das figuras públicas que mostraram todo o seu apoio ao apresentador

Nas suas redes sociais, o apresentador deixou um mensagem descrevendo a dor que está a sentir:

«Mãe – que adormente este viver dorido,

E me vele esta noite de tal frio,
E com as mãos piedosas até o fio
Do meu pobre existir, meio partido… Que me leve consigo, adormecido,
Ao passar pelo sítio mais sombrio…
Me banhe e lave a alma lá no rio
Da clara luz do seu olhar querido… Eu dava o meu orgulho de homem – dava
Minha estéril ciência, sem receio,
E em débil criancinha me tornava,

Descuidada, feliz, dócil também,
Se eu pudesse dormir sobre o teu seio,
Se tu fosses, querida, a minha mãe!
Antero de Quental

Muito obrigado a todos» lê-se.

Diversos seguidores os amigos deixaram uma palavra de força a João Baião, após a leitura desta mensagem.

Partilha