A Grã-Bretanha retirou o ovo Kinder do mercado por suspeitas de Salmonella. Os ovos são produzidos pela empresa Ferrero que acabou por detetar um problema nos ovos.

O Reino Unido não hesitou e retirou de imediato o doce dos mercados, avança a Agência responsável pela proteção da saúde pública dos britânicos.

Mais de quatro dezenas de pessoas ficaram infetadas, sendo na sua maioria crianças com idades compreendidas entre os 3 e cincos anos que manifestaram sintomas como diarreira, cólicas, vómitos e febre. 

Os principais sintomas costumam surgir de 12 a 36 horas depois da ingestão de comidas contaminadas.