Fraudes não faltam e tem vindo a aumentar o número de pessoas enganadas por esta nova fraude que surgiu nos Estados Unidos e se tem espalhado por todo o lado!

Tudo começa com uma chamada onde o objectivo é responderes “sim” à pergunta que fazem.

A FCC – Federal Communications Commission (Autoridade Nacional de Comunicações) fez soar o alarme sobre essas chamadas enganosas. Quando atendemos, o interlocutor pergunta: “você está me ouvindo?”. Normalmente, nós respondemos instintivamente “sim”, comprometendo a nossa vida para sempre.

Teresa Thomas tem 49 anos e vive no Minnesota, Estados Unidos. Ela diz que recebeu uma dessas chamadas fraudulentas. Segundo a mulher, ela ouviu uma voz de uma jovem do outro lado que riu e disse: “Eu não achei que alguém iria responder. Estás a ouvir-me?”.

A senhora ouviu mas não respondeu directamente à pergunta. Segundos depois, ela percebeu que estava a falar com uma voz gravada. A mulher desligou e bloqueou o número de telefone. Após esta chamada, ala tentou pesquisar nas redes sociais o que tinha acontecido. Em seguida, Teresa começou a preocupar-se seriamente…

Segundo a FCC, eles disfarçam-se de diferentes organizações ou empresas, e parecem credíveis. Para além disso, oferecem serviços que parecem interessantes, mas não são reais. A FCC também diz que todas as chamadas são gravadas.

Quando respondes “sim” o servidor recebe a tua assinatura de voz. Depois, um contrato oral fraudulento vai ser criado.

Eles tentam fazer-te falar, com o objectivo de criar um contrato fictício onde compras algo que nem sequer sabes. Assim, a empresa pode utilizar a voz como evidência de um futuro acordo.

A FCC dá três dicas simples sobre como te protegeres contra fraudes. Primeiro, não respondas a chamadas de números desconhecidos, se for alguém real vai deixar mensagem de voz. Em segundo lugar, faz um grupo de contactos no telemóvel a “não responder”. E finalmente: Se responderes e perceberes que é uma voz pré-gravada, desliga!

Também vais gostar destes:
Idosos podem beneficiar de regulador contra fraudes e vendas agressivas.
Atenção a estes e-mails dos CTT e EDP – são fraude!

O conselho geral dado às vítimas é nunca dar senhas ou outras informações sobre as suas contas. Lembra-te que as autoridades e empresas de renome nunca pedirão informações semelhantes por telemóvel.