Confronto em direto entre Joana Amaral Dias e Suzana Garcia: ‘A TVI não pode permitir’

Houve um forte confronto em direto entre Joana Amaral Dias e Suzana Garcia: ‘A TVI não pode permitir’. As duas protagonizaram um debate no ‘Dois às 10’.

Elas discutiram sobre as competências profissionais na avaliação forense. A discussão centrou-se em torno da avaliação da imputabilidade em um caso de tentativa de homicídio por uma jovem contra a sua mãe.

Joana Amaral Dias argumentou que os psicólogos clínicos são os responsáveis pela aplicação e interpretação dos testes psicológicos forenses: “Os psiquiatras não percebem nada de testes psicológicos, nem têm que perceber. Quem passa os testes, quem quota os testes e faz o relatório dos testes são psicólogos clínicos, na área forense (…)”

enquanto Suzana Garcia defendeu que os psiquiatras forenses têm um papel crucial na determinação da imputabilidade, apesar de admitir que os testes podem ser manipulados:

Recebi agora a informação. A Joana está de facto enganada. Quem faz a avaliação da imputabilidade é o psiquiatra forense e efetivamente, infelizmente, podemos enganar os testes”. “Eu não posso discutir com uma pessoa que não tem credenciais”, disse Joana Amaral Dias.

Não sou eu, é o psiquiatra que está a dizer”, referiu a advogada. “Quando o psiquiatra quiser estar comigo aqui, tenho todo o gosto. Não é contigo, Suzana, que percebes tanto de psicologia como eu percebo de renda de bilros ou de crochet”, afirmou Joana Amaral Dias.

Tens razão. Por isso é que eu ouço psiquiatras”, respondeu Suzana Garcia. “Ó Suzana, eu trabalho com psiquiatras todos os dias”, disse Joana Amaral Dias. “Mas acabaste por fazer um mau serviço à psiquiatria agora. Nós para louvarmos a nossa profissão, não precisamos de deitar abaixo os outros e tu acabaste de fazer isso aqui a toda uma equipa de comunidade de psiquiatria neste país”, acusou Suzana Garcia.

“Eu não deitei abaixo coisa nenhuma. A Cristina [Ferreira] e o Cláudio [Ramos] e a própria TVI não podem consentir este género de coisas. O que eu estou a tentar explicar desde o princípio, vou repetir, a parte forense dos testes de psicologia não compete ao psiquiatra. Quem aplica, administra, avalia, cota os testes e faz todo esse processo é o psicológico clínico. Em nenhuma altura vou dizer mal de psiquiatras, aliás, os meus pais são psiquiatras, eu trabalho todos os dias com psiquiatras, mas evidentemente cada um tem a sua função. (…) A Suzana quer discutir direito, discute em sede própria. Quer discutir as questões dos testes, é melhor não, porque não tem conhecimentos para isso”, frisou Joana Amaral Dias.

Artigos Relacionados

Big Brother: Sérgio Duarte e Gonçalo Quinaz revelam quem sai esta noite.

Big Brother: Sérgio Duarte e Gonçalo Quinaz revelam quem sai esta noite. Conhecido por suas opiniões firmes, Quinaz não se coibiu de expressar o...

Ruben Aguiar comemora nova conquista com entusiasmo.

Ruben Aguiar comemorou uma nova conquista com entusiasmo. O cantor popular tem gerado grande expectativa entre os fãs com a revelação de imagens que...

André Silva aproxima-se do passaporte para a final do ‘Big Brother’

André Silva aproximou-se do passaporte para a final do 'Big Brother'. Na mais recente emissão, Cláudio Ramos presidiu um episódio repleto de tensão e...

Últimos Artigos

Big Brother: Sérgio Duarte e Gonçalo Quinaz revelam quem sai esta noite.

Big Brother: Sérgio Duarte e Gonçalo Quinaz revelam quem sai esta noite. Conhecido por...

Ruben Aguiar comemora nova conquista com entusiasmo.

Ruben Aguiar comemorou uma nova conquista com entusiasmo. O cantor popular tem gerado grande...

André Silva aproxima-se do passaporte para a final do ‘Big Brother’

André Silva aproximou-se do passaporte para a final do 'Big Brother'. Na mais recente...

Big Brother: Catarina Miranda critica Quinaz: “desnecessário” e que “instiga ao ódio”

Big Brother: Catarina Miranda criticou Quinaz: "desnecessário (...) instiga ao ódio". A ex-participante do...