As finanças querem a ajuda de Rui Pinto para investigar crimes fiscais no futebol português.

O hacker português foi contactado pelos Inspectores da Autoridade Tributária que está a colaborar com o DCIAP.

De acordo com a SIC, estes inquéritos, que ainda não se sabe quantos são e se já têm arguidos, nada têm a ver com o processo de extradição de Rui Pinto para o nosso país.

Por outro lado, as autoridades francesas copiaram os ficheiros informáticos apreendidos a Rui Pinto, com receio de que a justiça portuguesa lhes desse um “apagão”

Segundo a revista europeia Der Spiegel, os procuradores franceses solicitaram junto das autoridades húngaras, para copiar todos os ficheiros apreendidos, salvaguardando assim 26 terabytes de documentos, relativos a alegados crimes no futebol.

A revista avança ainda que as autoridades francesas contactaram as autoridades Hugaras por recearem que ao ser extraditado, a justiça portuguesa desse um fim aos ficheiros apreendidos.

Partilha