Uma família vive à grande e à francesa com dinheiro destinado aos pobres, avança o Correio da Manhã.

A associação Mão Amiga, localizada em Vila Nova de Gaia, tem como objectivo ajudar pessoas desfavorecidas. O que acontece é que durante 8 anos, o Presidente presidente da mesma e a mulher andaram a levar uma vida de ricos à custa da instituição.

Falamos de estadias em hotéis, refeições em restaurantes, compras de calçado, roupa, entre outros. Também os familiares e amigos tiveram direito a estas benesses.

Esta é a tese de base do Ministério Público na acusação pelos crimes de peculato e abuso de confiança agora deduzida contra o casal e uma filha.