Além de envenenar o filho ainda tentou afogá-lo num tanque, revela o ‘Investigação CM’ que pormenoriza o que aconteceu ao menino de sete anos.

A Polícia Judiciária está a investigar os actos macabros de Patrícia Ribeiro, que quase conseguiu matar a criança ao usá-la para tentar reconquistar a atenção do ex-namorado.

A criança já se tinha afeiçoado ao atual namorado da mãe e foi isso que também a agressora a desenhar um plano macabro que passava por provocar de forma intencional uma qualquer doença nesta criança, sempre com o objetivo de chamar a atenção para si mesma.

O ex-namorado, preocupado com o estado de saúde débil da criança, continuava em contacto com a mulher que envenenava o menino colocando-o várias vezes a vida do filho em risco.

O ‘Investigação CM‘ afirma agora que esta mãe terá alegadamente tentado afogar o próprio filho num tanque, em Peniche e foram os colegas da mulher que socorreram a criança e chamaram o INEM.

Apesar de na altura o menino ter dito que a mãe o tinha empurrado para dentro do tanque, Patrícia conseguiu enganar os operacionais.

Os maus tratos desta mãe ao menino de 7 anos ocorreram durante três meses e foi em ambiente hospitalar de internamento que Patrícia foi apanhada em flagrante a injetar clorofórmio no soro do filho.