Uma criança com o crânio deformado foi recusada na creche para não assustar as outras crianças. A bebé dois anos não pode, assim, frequentar um jardim de infância na Rússia.

De acordo com a chefia do infantário, a “deformação no crânio poderia assustar as outras crianças”.

Foi dito pelo JI que a criança apenas seria aceite depois de ser submetida a uma cirurgia para alterar a sua aparência.

O jornal Mirror, dá a conhecer que é desconhecida a causa que deixou Sofya com esta estrutura de crânio. A menina apresenta ainda uma testa maior e alguns dedos das mãos e dos pés unidos.

Sofya nasceu num agregado familiar com poucos recursos financeiros e vive com os pais e os avós numa casa sem água canalizada, fogão ou aquecimento central.

A instituição de caridade, Rainbow of Goodness, está a apoiar os pais da menina e exigiu a abertura de uma investigação pela recusa da candidatura da criança à escola.

Partilha