Graça Freitas admite que podemos estar à beira de um novo confinamento. A Diretora Geral da Saúde, não descarta a hipótese da situação pandémica poder vir a piorar o que traz como consequência um novo confinamento “seletivo ou generalizado”.

Este cenário já acontece em outros países, de acordo com informação da mesma em entrevista ao Diário de Noticias.que é o que está a acontecer noutros países, refere em entrevista ao DN.

Graça Freitas coloca em cima da mesa algumas hipóteses, sendo uma delas “o que vivemos, perfeitamente estável”, a segunda é aquela em que a “efetividade da vacina começa a cair, havendo necessidade de fazer reforços para aumentar a proteção da população, é o que estamos a fazer agora com os maiores de 65 anos”, a terceira é aquela em que “apareceria uma nova variante, mais agressiva”.

De acordo com a Diretora Geral “este vírus é muito novo e, na verdade, não podemos dizer que sabemos o que vai acontecer”, refere.