Cláudio Ramos sai em defesa de Sónia Jesus: “Não podemos apontar-lhe o dedo…”, disse esta segunda-feira, dia 6 de junho, no programa ‘Dois às 10’, referindo-se à detenção do marido por tráfico de droga, do marido da ex concorrente do Big Brother 2020. c

O apresentador comentou o caso começando por afirmar: Acho que uma pessoa que faz tráfico de droga deve estar presa, a ser provado. Não é pelo mal que ele faz, é pelo mal que prejudica a ele e a toda a família. Seja o Vítor, seja eu, seja a Maria, seja quem for, disse.

E continuou: Não se pode fazer um juízo de valor e um juízo em praça pública porque a Sónia entrou num programa de televisão e ela não pode ser automaticamente catalogada como sem ser. Ela diz que fica ao lado do marido, é óbvio, mas não podemos apontar-lhe o dedo.

Vê aqui.