O casal responsável por incêndios desde 2017 ficou em liberdade.

O casal de namorados foi detido pela Polícia Judiciária de Vila Real por suspeitas de atearam fogos florestais desde o ano passado.

Foram presentes a tribunal e uma vez estarmos em Portugal, acabaram em liberdade.

O agricultor de 39 anos e a educadora de infância de 39 anos são suspeitos de atear fogos em Mazouco e Pirocão, localidades de Freixo de Espada à Cinta, concelho onde os dois residem. Existem também suspeitas já neste ano de 2018.

O casal foi interrogado  três horas e depois saiu em liberdade, sujeito a apresentações semanais às autoridades e a diversas restrições: estão ambos estão proibidos de se afastarem de zonas povoadas.

Partilha