Um bancário roubou um milhão de euros para dar aos pobres.

Há quem lhe chame o Robin Hood dos tempos modernos. O Italiano Gilberto Baschiera, gerente de um banco, roubou quantias das contas dos seus clientes mais ricos para as depositar nas contas dos menos abastados.

Uma vez que não obteve benefícios pessoais com as suas ações nem tinha antecedentes criminais, o homem foi condenado a dois anos de prisão, mas chegou a acordo com as autoridades e não terá de ir para a cadeia.

A história remonta a 2009, quando os seus clientes pediam um empréstimo e este lhes era negado. Gilberto Baschiera creditava dinheiro às suas contas para que pudessem obter o crédito.

Tratava-se de uma espécie de sistema de financiamento paralelo. “Ele confiava que as pessoas que estava a ajudar poderiam pagar, mas algumas não o fizeram”, disse o advogado.

“O preço que paguei é demasiado alto. Não o fazia de novo”, afirmou o bancário ao La Republica

Partilha
Loading...