16 postos de combustível foram apanhados em flagrante a burlar consumidores, após terem sido alvo de inspecções por parte da ASAE.

Foram todos acusados de burla por adulterarem as máquinas que fazem a medição de quantidade de combustível abastecido!

No comunicado da ASE é possivel ler-se que os inspectores estavam designados para verificar ao pormenor se os dispositivos de medição de venda dos combustíveis estavam a medir a quantidade exacta que o cliente pagava no final.

Também vais gostar destes:
Absolvido casal que recebia Rendimento Social de Inserção (RSI) e burlava a Segurança Social.
Paula Brito e Costa desviava Alimentos do Banco Alimentar para a sua casa.

As empresas apanhadas foram notificadas e têm agora 6 meses para apresentar a sua defesa, prazo findo o qual serão objecto de queixas crime por parte da entidade fiscalizadora.

Partilha
Loading...