Divorciada, Ana Garcia Martins confessou: “O processo não foi muito bonito para mim”. No seu podcast ‘Separados de Fresco’ ela abordou a separação com Ricardo Martins Pereira.

“O que me custou não foi saber que havia outra pessoa, ele já me tinha falado disso, foi como isto tudo correu. Acho que o processo não foi muito bonito para mim, porque eu estava investida de facto naquela tentativa de reconciliação, que não chegou a ser tentativa nenhuma, foram dois ou três dias, e depois a coisa correu mal”, disse a blogger.

“E ver sobretudo isso, eu ter ido à televisão, e expor-me daquela maneira, dizer ‘sim, acredito muito na reconciliação’ e quatro dias depois ele estar aos beijos a outra pessoa“, continuou.

Ana Garcia Martins disse ainda que o que mais custou “não foi haver outra pessoa, foi sentir que aquela pessoa, que durante 12 anos foi o meu melhor amigo e que tinha o dever de me proteger, não o tinha feito.

E depois és um bocadinho racional e pensas: ‘Calma, quem tinha que te proteger era o teu marido, esta pessoa já não é o teu marido, já não é o teu melhor amigo, é uma pessoa que seguiu com a vida dela, que tem outra pessoa, que está a refazer a vida dele, já não sente essa obrigação de ter alguma responsabilidade para contigo’.

Isso me custou mais, essa pessoa já não sente que tem que se preocupar comigo. Aquela pessoa já não é a tua amiga de sempre”.