Os 4 heróis que perderam a vida quando se despenhou o helicóptero ao início da noite de sábado, não nos poderia passar ao lado.

O heli desapareceu do radar às 18:30 e foi encontrado pelas 1:30 da madrugada confirmando-se o pior cenário, nenhum dos tripulantes sobreviveu ao acidente.

“Os destroços foram encontrados com os quatro corpos sem vida, dois deles ainda junto dos destroços da cabine e outros dois junto dos destroços, mas fora da cabine, a cerca de 700 metros a sul de Capela de Santa Justa, freguesia do concelho de Valongo”, disse Comando de Operações de Socorro, tenente-coronel Carlos Alves, num briefing durante a madrugada deste domingo.

O piloto da aeronave era João Lima, que seguia juntamente com o copiloto Luís Rosindo, a enfermeira Daniela Silva e o médico espanhol Luís Vega de 50 anos.

João Lima, era um piloto experiente e conta com milhares de horas de voo em operações de emergência, principalmente no combate aos fogos florestais em Portugal.

4 heróis que perderam a vida

O médico Luís Vega, era casado e trabalhava há quase 20 anos no Hospital de Santa Maria da Feira. Tinha também com grande experiência nas equipas de emergência do INEM.

Tinha nacionalidade espanhola mas vive com a mulher, também espanhola, há cerca de 20 anos em Portugal.

4 heróis que perderam a vida

A enfermeira Daniela Silva tinha 34 anos, morava em Baltar, Paredes. Já havia feito parte da corporação dos bombeiros de Baltar. Actualmente fazia parte dos quadros do INEM.

4 heróis que perderam a vida

O copiloto Luís Rosindo, ainda pouco se sabe, mas ele completava com João Lima a equipa da tripulação.

4 heróis que perderam a vida

Os quatro profissionais que seguiam no aparelho “aceitaram enfrentar condições meteorológicas bastante adversas para ajudar a salvar mais uma vida”, afirma o comunicado.

O bastonário da Ordem dos Médicos, num comunicado enviado este domingo enalteceu “o espírito de missão destes profissionais, que faleceram ao serviço da Humanidade, ajudou a salvar muitas vidas”.

Para Miguel Guimarães os 4 falecidos: “São um exemplo para todos nós de coragem, resiliência e dedicação a uma causa maior, salvar vidas. Uma missão heróica que honra todos os portugueses”.

Partilha